Desde que assisti ao primeiro filme de Meu Malvado Favorito, tornei-me um obcecado pelo desenho animado. A história de Gru, o vilão que se torna pai adotivo e quer deixar a vida do crime, é uma das mais emocionantes e divertidas que já vi. Adoro o jeito desengonçado e atrapalhado dele, sempre fazendo trapalhadas com seus ajudantes amarelos, os minions.

Além de Gru e dos minions, adoro os outros personagens que aparecem na trama. Lucy Wilde, a agente anti-vilão que acaba se apaixonando por Gru, é uma personagem forte e corajosa. As filhas adotivas de Gru, Margo, Edith e Agnes, são encantadoras e sempre trazem um toque de fofura às cenas.

Mas o que mais me agrada em Meu Malvado Favorito é a maneira como os roteiristas conseguem equilibrar humor e emoção. As cenas de ação são muito bem construídas e as piadas são sempre divertidas e inteligentes. Além disso, a trilha sonora é incrível, com músicas que se encaixam perfeitamente na trama.

Recentemente, assisti ao quarto filme da franquia, Meu Malvado Favorito 3, e novamente fiquei encantado com a história e personagens. Outros filmes e seriados relacionados ao Meu Malvado Favorito também foram lançados, como Minions e Os Incríveis 2. Cada um deles traz sua própria história e personagens, mas sempre mantendo a essência do desenho animado original.

Para mim, Meu Malvado Favorito é um desenho animado que cativa pessoas de todas as idades. Seja pelas histórias, personagens ou humor, é um universo que sempre me faz sorrir e me emocionar. Espero que a franquia continue produzindo obras maravilhosas que nos encantem por muitos anos.

Em suma, Meu Malvado Favorito é uma animação que conquistou meu coração e é uma das minhas paixões. Com seus personagens divertidos e histórias envolventes, é um desenho animado que encanta pessoas de todas as idades.